Grown fond for Pond
centoecinquenta:

#094 Gengar

fat dead clefable
centoecinquenta:

#149 Dragonite

every dragonite deserver a mailer bag
cartesian discipline
centoecinquenta:

Então, quando eu tinha cerca de 7/8 anos; 10 de maio de 1999 pra ser mais exato; essa graça chamada Pokémon estreiou no Cartoon Network.
Eu lembro d’eu assistindo as propagandas de anúncio a estréia, aguardando mais um desenho bosta pra interromper minha felicidade em degustar as transmissões delícia dos 
canais infantis - vísivel comportamento de menino criado o dia inteiro no quarto com a TV ligada e um video cassete disposto a gravar os programas favoritos.
Bom, eu posso dizer que poucos meses depois, metade das fitas de festa de família tinham sido regravadas com Pokémon.
Não muito longe também, o desenho passou a ser transmitido no programa da Eliana na Record: e assim nasceu minha furiosa inveja do gordinho que
fez todos Pokémons de massinha de modelar… e não só passou na tv, mas também conquistou um spot na findada revista Pokémon Club.
Eu queria estufar esse gordinho com todos Pokémons feios de massinha dele até ele explodir. Eu era chato, invejoso e mimado.
Mas foi legal porque eu criei um plano maquiavélico infalível, onde eu desenharia todos os 151 Pokémons, e tiraria o trono do gordinho rico filhinho de mamãe que devia
ter internet à qualquer hora pra ter acesso à uma imagem nítida e descente de todos pokémons. É … isso na época era complicado, num tinha internet pra todo (moleque) mundo, e se tinha, sua mãe só deixava ficar uns contados 30 minutos depois de
meia noite; porque sei lá, nunca entendi; e era lindo vc curtir os 56 kbps caindo de 5 em 5 minutos aos repetitivos sons da internet conectando com a ótima trilha do radiohead (http://www.youtube.com/watch?v=gsNaR6FRuO0).
Pois então, meu plano não pode ser cumprido devido à escassez da simples referência visual. Eu comprava mil Pokémon Club’s, e gravava zilhões de episódios, mas sempre faltava um ou outro.
Mas eu obtive uma boa quantidade até: 123.
Sério, 123 de 151 pokémons prum garotinho sem muito o que fazer aos 7/8 anos é uma façanha e tanto.
Mas eu não sei porque eu demorei tanto pra cumprir esse pequeno plano maligno… ou broto de sonho.
Já se passaram 13/14 anos, quase o dobro da minha idade na época, e o mundo já é outro - tem internet até no banheiro, e já passaram de 700 pokémons agora…
mais difícil de acompanhar esse sonhosinho de desenhar todos pokémons.
Mas, bem, os 151 são balela agora.
E com o XY, o Twitch, e uma pessoa ae, minha vida tem sido bem preenchida de pokémon ultimamente.
Eu tô sendo impulsionado pelo próprio zeitgeist.
Então toma Danzinho de 7/8 anos…
toma um pequeno sonho realizado.
É bobo e simples… mas eu não desisti de você.
Não fosse sua chatice, sua inveja, e seu mimo…
talvez eu não tivesse insistido em desenhar tanto.
Sempre apareceu um “gordinho” equivalente que você invejasse…
mas agora, com o plano maior, visto de longe, dá pra ver que o gordinho mais chato é você mesmo…
Então continue sendo chato, invejoso, e mimado… com você mesmo…
e se supere.
Ah, e os 28 que faltavam, obviamente são os que estão em cores!
E parabéns também pra mim mesmo, visto que coincidentemente ontem parece que foi o dia mundial do desenhista, ótimo presente, obrigado, eu!
helix
Permalink
pallet town
dance yrself clean
tenebras
amilton
anointed
day to day anthology
Permalink
timeless machine
Permalink
1